AMÉFRICA - Ato 2
A Retomada

LEGíTIMA DEFESA

Legitima1.jpg
SINOPSE:
O espetáculo AMÉFRICA: Em Três Atos do Coletivo Legítima Defesa consiste na elaboração poética, portanto, política das confluências negras e ameríndias e seus desdobramentos sociais e históricos no Brasil .
A dramaturgia cênica é livremente inspirada no conceito de Amefricanidade. O termo Amefricanidade, cunhado por Lélia Gonzalez, intelectual negra brasileira, que refere-se às sabedorias e às experiências negras e ameríndias no continente americano.
As trajetórias negras e indígenas em diálogo/confluências permitem criar alianças a partir de seus próprios legados, trazendo  à tona narrativas soterradas pela herança colonial .
FICHA TÉCNICA:
Direção: Eugênio Lima
Dramaturgia: Aldri Anunciação                                                                            
Intervenção Dramatúrgica: Coletivo Legítima Defesa e Claudia Schapira                           
Elenco Legítima Defesa: Walter Balthazar, Luz Ribeiro, Jhonas Araújo, Gilberto Costa, Tatiana Rodrigues Ribeiro, Fernando Lufer, Luan Charles e Marcial Macome
Atriz convidada: Janaína Silva
Consultoria Artística: Renata Tupinambá
Consultoria em culturas ameríndias: Majoí Gongora
Produção Executiva: Gabi Gonçalves_Corpo Rastreado e Iramaia Gongora_Umbabarauma Produções Artísticas
Assistência de Direção: Gabriela Miranda e Iramaia Gongora
Assistencia de Produção: Thaís Cris_Quica Produções                                      
Direção Musical: Eugênio Lima                                                                                           
Músicos: Eugênio Lima e Luan Charles
Vídeografia: Bianca Turner e Mônica Ventur                                                                   
Iluminação: Matheus Brant
Figurino: Claudia Schapira
Preparação Corporal e Coreografia: Luaa Gabanini 
Voz Off: Sandra Nanayna
Parceiros: Márcio Goldmann, Sandra Nanayna, Karine Narahara, Dorinha Pankará, Antônio Bispo, Naine Terena, Edivan Fulni-ô, Cacique Babau e Geni Nuñez

DURAÇÃO: 60 minutos
CLASSIFICAÇÃO: livre