MANIFESTO
TRANSPOFÁGICO

RENATA CARVALHO

ManifestoTranspofagico_Foto_Nereu Jr_7500.jpg
SINOPSE:
“Hoje eu resolvi me vestir com a minha própria pele. O meu corpo travesti”. Renata “se veste” com seu próprio corpo para narrar a historicidade da sua corporeidade. Renata se alimenta da sua “transcestralidade”. Come-a, digere-a. Uma transpofagia. O CorpoTravesti como um experimento, uma cobaia. Um manifesto de um Corpo Travesti. Letreiro pisca TRAVESTI. TRAVESTI. TRAVESTI.

FICHA TÉCNICA:

Dramaturgia e Atuação: Renata Carvalho
Direção: Luiz Fernando Marques (Lubi)
Luz: Wagner Antônio
Video Arte: Cecília Lucchesi
Operação e Adaptação de Luz: Juliana Augusta 
Produção: Rodrigo Fidelis_Corpo Rastreado
Co-Produção: Risco Festival, MITsp e Corpo Rastreado
Difusão: Corpo a Fora e FarOFFa
 
DURAÇÃO: 60 minutos 
CLASSIFICAÇÃO: 16 anos